sábado, setembro 30, 2006

MAFALDA NO DENTISTA?

Desde já os parabéns para a mafalda que fez ontem 42 anos. Está bem conservada, mantendo o seu ar juvenil e a sua opinião critica de sempre. Fez ontem anos que foi publicada a primeira vinheta da Mafalda, personagem criada pelo argentino joaquin Lavado Quino no semanário de Buenos Aires "Primera Plana".
Não tem nada a ver, mas faz hoje 160 anos que alguém levou com a primeira anestesia. O acontecimento acompanhou a extracção e um dente molar, executada pelo seu descobridor Thomas Morton. Muito agradecido deve ter ficado a cobaia. Não consigo imaginar um mundo em que arrancar dentes não seria acompanhado de anestesia...devia ser de monstro.

quinta-feira, setembro 28, 2006

A RELATIVIDADE DE TUDO

Hoje comemora-se o 101º aniversário da publicação da teoria da relatividade de Einstein, no Annalen der Physik. Possivelmente a mais importante obra editada de Albert. Não me vou perder em explicações sobre a fisica, mas deixem-me que vos diga algo sobre a relatividade. Relativo é...quando se chega ao patrão e se pergunta: "amanhã é fim de mês, já devo ter o ordenado no banco, não?" E responde ele: "sim, amanhã é fim do mês, mas o ordenado vem mais tarde... talvez a meio do mês. É relativo! Ou; "deixaste outra vez a tampa da sanita levantada! afirma ela. "Não", diz ele, "simplesmente não baixei a tampa da sanita." A teoria da relatividade é sempre actual. E relativo ao bom gosto, deixo mais uma sugestão musical, Radio 4 com o recente "enemies like this". Será relativo?

domingo, setembro 24, 2006

JOGOS

Com o objectivo de Pequim ser a proxima capital a receber os jogos Olimpicos, a China prometeu corrigir, em tempo record, os seus problemas relativos ao não respeito dos direitos humanos. Ao contrário do prometido, e de acordo com um recente relatório da Amnistia Internacional, os abusos têm continuado, tendo a lista de crimes que resultam em detenções em campos de "reeducação pelo trabalho" - prisão sem acusação - aumentado. Senão vejam, a acrescentar à longa lista existente de "crimes", somam-se agora; "distribuir folhetos com publicidade ilegal, ou promover esta mesma publicidade de algum modo, conduzir taxi sem licença, indigência e pedir esmolas." Diria que os senhores já estão a limpar a cidade para os futuros jogos Olimpicos. E depois os monstros somos nós?

sábado, setembro 23, 2006

O QUE SERÁ DOS MONSTROS


Será que as pessoas ditas feias têm mais tendência para as actividades do submundo do crime do que as ditas bonitas? Vários estudos foram publicados recentemente sobre este assunto. As conclusões são curiosas. Parece que os homens e as mulheres bonitos, sexys, bem constituídos, etc, têm mesmo mais sucesso na vida do que os outros baixos, gordinhos, e feios. Daniel Hamermesh e Amy Parker (Universidade do Texas) fizeram um estudo sobre a preferência dos alunos relativamente aos professores. Os professores mais bonitos são os que têm melhores avaliações. Estes investigadores fizeram uma investigação semelhante respeitante ao mercado de trabalho americano. "Quanto mais feios, mais mal pagos. Os mais feios perdem cerca de 15 por cento nos seus salários." Para que não pensem que isto têm a ver com a chamada estupidez americana, Barry Harper fez o mesmo em Inglaterra e obteve semelhantes resultados.
Mais de 15 000 jovens participaram num estudo de Naci Mocan e Erdal Tekin. Estes estudiosos chegaram a outra interessante conclusão; "os mais bonitos têm menor propensão para actividades criminais e que os feios têm mais queda para se dedicar ao roubo e ao comércio de drogas." Markus Mobius e Tanya Rosenblat fizeram uma experiência para perceber se os mais bonitos seriam mais produtivos; De facto assim não é, a produtividade é equivalente. Mas porque são então estes os mais bem pagos? Dois motivos: niveis de autoconfiança mais elevados, e ilusão dos empregadores que pensam "bonito = mais resultados".
Isto talvez nos leve à velha questão do que é o belo, muito discutido entre os antigos gregos e nos actuais corredores da escola superior de belas artes. Mas nos "feios, porcos e maus" do neorealismo cinematográfico italiano os personagens eram mesmo feios, porcos e muito, muito maus!!!
O que será de nós monstros?

sexta-feira, setembro 22, 2006

As meninas

A pedido do little blue sheep, resolvi falar aqui DO livro que eu gostei mais de ler nos últimos três meses. Neste Verão, escolhi dedicar a minha atenção a senhoras escritoras e, em especial, a livros sobre mulheres. Aquele que me soube melhor e deixou aquele vaziozinho no fim, tipo, “oh! já acabou!!” foi o livro, “As Meninas” de Lygia Fagundes Telles.
A história parte das preocupações de três meninas diferentes, com histórias e formas de estar diferentes, para falar da condição da Mulher na sociedade no início dos anos 70. O amor, o futuro, a vida.. temas batidos mas.. aqui, no contexto de uma revolução cultural, de um período de luta e, em especial no caso feminino, de uma luta por uma libertação/afirmação sexual. Não é um livro feminista mas.. antes, um livro que nos faz entrar, sentir, pensar, angustiar, sofrer, como as três personagens femininas da história.

Quando o comecei a ler não fazia ideia do que tratava.. tinha sido uma prenda do último Natal, já há muito tempo em lista de espera para ocupar lugar na minha mesa de cabeceira e confesso que no início andei meio perdida. Isto porque a narração da história vai rodando pelas três personagens sem aviso prévio. Eu estava a ver as coisas pelos olhos de uma personagem e, de um momento para o outro, já estava na cabeça da outra sem ter dado por isso. “Epá..onde é que eu estou? O que é que aconteceu?” .. e lá tinha que voltar a trás para me situar mas.. a partir do momento em que já conhecemos bem as três personagens, essa passagem faz-se naturalmente sem confusões.. Sabemos perfeitamente quem é quem e já tudo faz sentido.
E isto é o mérito do estilo muito pessoal e original com que Lygia Fagundes Telles nos conta esta história.

Quem quiser sentir um cheirinho..pode encontrar aqui uma pequenina passagem da cabeça de uma das meninas. Obrigada, stella!!! ;)

Eu também sou assim, nunca sei onde deixo as chaves do carro...

quinta-feira, setembro 21, 2006

Seelenluft - Baby Baby (Promo Video)

quarta-feira, setembro 20, 2006

ELES ANDAM POR AÍ! (OUTRA VEZ)


No passado domingo começou na RTP 1, uma excelente série para os amantes da ficção cientifica inteligente. Tem o nome de Invasion, 22 episódios que nos contam a vida atribulada de algumas familias residentes na Florida, que se veêm em apuros após a passagem de um forte furacão. Aparentemente o furacão serviu de fachada para a chegada de uns senhores mal dispostos que querem invadir o nosso belo planeta. Assim de repente a sinopse não promete nada de novo, e foi com alguma relutância que vi os dois primeiros episódios no fim de semana passado. Afinal é bom material. Os personagens são interessantes e a invasão não é obvia. Aconselhado para fans de X-files e outros derivados. Divirtam-se.
Enquanto não chega domingo à tarde, vão ouvindo os seelenluft (banda de nome impronunciável mas de som viciante). Este tema, "baby baby", tem cheirinhos a new order e outras pérolas da mesma geração. O album é de 2004 e o video...têm de concordar que é bacano.

terça-feira, setembro 19, 2006

VROOOOM

Os amantes da Formula um talvez saiba de cor que o primeiro grande prémio foi à exactamente 97 anos. Decorreu no Brasil , no circuito de São Gonçalo (Rio de Janeiro), a primeira corrida de automóveis com o vencedor a atingir a incrivel velocidade de .....50 km/h. Genial.

segunda-feira, setembro 18, 2006

Uma correcção às datas do The Pillowman:

Quando falei aqui sobre esta peça, dei a entender, porque era o que estava no site do teatro Maria Matos, que terminava a dia 15 de Setembro. Hoje no Há Vida em Markl fiquei a saber que fica até 15 de Outubro..
Fixe!! Realmente não fazia sentido uma peça deste calibre saltar logo para fora de cena..
Agora..não inventem mais .. e VÃO VER!!!

sábado, setembro 16, 2006

E BOM, FIM DE SEMANA

Poucos recursos, mas um video com imaginação. O sotaque do vocalista é delicioso. São os art brut com good weekend e valem uma audição zita.

Curiosidade: no dia de hoje, em 1732 deu-se uma explosão no paiol de pólvora do castelo de Campo Maior devido a uma tempestade, matando grande parte da população local.

Art Brut,

quarta-feira, setembro 13, 2006

MAIS OVOS QUE GALINHAS

É quase como a velha história do ovo e da galinha. Quem nasceu primeiro? O papa Bento XVI reabriu uma discussão, que pensava eu, monstro danado, estava mais do que resolvida. E que discussão é esta?
Já devem ter ouvido falar. Por um lado os evolucionistas, que seguem a deveras já verificada e comprovada teoria da evolução das espécies de Darwin, por outro os criacionistas, senhores que defendem literalmente a versão da biblia sobre a divina criação do homem.
Mas já não tinhamos passado por esta etapa? Daqui a pouco andamos outra vez a discutir se a terra é redonda ou não? E o mais absurdo é que a hiper conservadora administração Bush tem dado ouvidos a facções fundamentalistas Católicas da sociedade Norte Americana que exigem a retirada do ensino escolar da teoria da evolução das espécies. Bush defende que os dois lados da questão devem ser ensinados às crianças. Devem aprender que Deus um dia apeteceu-lhe e pufff, fez a humanidade, ao mesmo tempo que todas as outras especies animais evoluiram seguindo o padrão cientifico conhecido. Imagino a confusão naquelas cabeças. Para mim é complicado pois as duas teorias são completamente antagónicas. Depois daquela história de classificar a televisão, net e jornais como pecado, começo a ficar convencido de que alguém anda com saudades da época medieval. Ora vamos lá a criar cavalos e a desenvolver a nobre arte de "espadeirar"!
ps: Pedro Julião, bispo, médico e matemático português, foi eleito papa nesta data, no ano do senhor de 1276. Deram-lhe o nome de João XXI.

Ah ganda iTunes!!

terça-feira, setembro 12, 2006

E quem paga a conta das chamadas internacionais do major???

domingo, setembro 10, 2006

A minha experiência vídeota nº3...

... já está na net.

À excepção da música.. não tem grande interesse..mas..

..se estiverem mesmo curiosos..

.. podem espreitá-la.. aqui!

TO BOLDLY GO WHERE NO MAN HAS GONE BEFORE

Na sexta feira fez 40 anos sobre a estreia da serie de tv "Star trek". As aventuras da nave espacial "Enterprise" e da sua tripulação não podia passar despercebida aqui pelo blog dos monstros. À pouco tempo a Sic Radical passou em antena os velhos episódios com o estimado capitão Kirk e o estranho Mister Spock, estando agora a exibir as várias épocas da "Star trek - nova geração", do capitão Jean Luc Picard. A familia tem crescido bastante, surgindo várias series de algum modo ligadas à inicial, como as conhecidas por cá "Deep sapce 9" ou "Voyager".

Seguindo a maré de revivalismo e aproveitando a visita a portugal dos velhinhos Bauhaus, tenho andado a ouvir Daniel Ash e o seu trabalho com os Love and rockets. Fica aqui para partilhar convosco um dos clips mais simpáticos dos senhores.

Love And Rockets - So Alive

sábado, setembro 09, 2006

Uma noite em grande..no Maria Matos!

Dois espectáculos..um a seguir ao outro. E eu não sou muito apologista destas overdoses culturais..gosto de ter tempo de digerir o que consumo, mas..foi assim uma espécie de refeição com um chocolatinho no final..

Isto porque..como vos tinha falado algures uns posts atrás.. já andava a tentar programar uma visita ao Senhor Armand dito Garrincha desde o mês passado (a minha velha paixão pelo Dinarte...) .. fui adiando..adiando.. e como já está mesmo a acabar.. ATENÇÃO – JÁ SÓ ESTÁ ATÉ DOMINGO – mesmo com os sentidos ainda no Homem Almofada..decidimos aproveitar um cancelamento e subir ao bar para a segunda dose de teatro da noite. Valeu a pena..uma pequena lição de futebol, envolvida numa boa história, contada com o charme inconfundível do.. Dinarte..claro.. Se puderem..e ainda arranjarem bilhete..vão ver!

Agora, o espectáculo da noite foi mesmo.. o The Pillowman .. é absolutamente IMPERDÍVEL!

Cheguei com grandes expectativas, antecipei a desilusão e armei-me em difícil mas..acabei completamente rendida. O texto é muito bom, os actores, na maioria, surpreenderam-me, gostei do cenário, da encenação..muuuiiittoo da animação, das histórias, das voltas e contravoltas na nossa cabeça..enfim.. gostei mesmo.. e..sendo que SÓ ESTÁ EM CENA ATÉ DIA 15... O QUE É QUE AINDA ESTÃO AÍ A FAZER? Olhem que as salas estavam mesmo cheias...a do teatro..e a do bar...

Telefonem (218 438 801) mailem (bilheteira.teatromariamatos@egeac.pt) ou corram para a bilheteira assim que ela abrir amanhã... (pela quantidade de vezes que já aqui incentivei a correr ao Maria Matos..já era hora ter um desconto nos bilhetes.. heim? )
.. e se puderem, façam como eu...um dois em um!!! É que soube mesmo bem!

sexta-feira, setembro 08, 2006

FEROZ COMO UM TIGRE


Faz hoje 570 anos que o "simpático" Papa Eugénio IV, conhecido como "feroz como um tigre", assinou a bula Rex Regnum, um dos documentos que incentivou o tráfico de escravos. Eugénio, morreu vítima de envenenamento.

quarta-feira, setembro 06, 2006

CARTAS DO LAR

Algum tempo passou desde a última vez em que partilhei música por aqui. Tenho andado a ouvir o CD "a strangely isolated place" de Ulrich Schnauss. Especialmente um tema, o terceiro, de nome "a letter from home", tem acompanhado a banda sonora da minha carola de monstro. Um misto de ambientes Cocteau twins e estética 4AD, com batida e progressão electrónica ambiental. Procurei na net mas só encontrei excertos. Oiçam aqui e cliquem em listen. De qualquer modo todo o albúm vale a pena. Boas audições!

terça-feira, setembro 05, 2006

ESTRANHO MUNDO DE MARION



Quem ainda não conheçe o trabalho de Marion Peck não deve perder a oportunidade de visitar o seu site, aqui! Nascida em Manila, nas Filipinas, mas criada nos States, desenvolveu um interessante trabalho visivel aqui nesta morada. Tendo exposto nos Estados Unidos e Europa, alguns dos seus trabalhos fazem parte das colecções particulares de gente como Danny Elfman (ai o Tim Burton aqui tão perto), ou Mark Ryden. Pessoalmente gosto muito da atmosfera algo tétrica que envolve estes personagens. O meu quadro favorito é no entanto este de nome Kittens.

segunda-feira, setembro 04, 2006

OS BONS, OS MAUS E OS ASSIM-ASSIM

Passeios à parte, o meu primo Adamastor, aconselhou; "deixa-te de passeios à beira rio e vai ao cinema. " Assim o fiz. Vi dois filmes muito interessantes, diferentes lados de uma mesma guerra. O filme palestiniano " Paraiso agora", sobre a preparação de dois homens bomba para um atentado em Telavive e o mais conhecido "united 93" que conta a suposta história por detrás do unico avião que não atingiu o alvo nos atentados de 11 de Setembro de 2001. Não me vou debruçar sobre o teor cinematográfico das duas obras, algo que já muitos se dedicaram por blogs e revistas. Mas ambos os filmes estão muito equilibrados no que diz respeito aos argumentos, apresentando factos e personagens crediveis. As ilações ficam por conta do espectador. Vendo os dois filmes fica claramente a ideia de que somos todos vitimas e opressores, perdendo-se o conceito de religião e politica pelo meio do terror. E é impressionante como os finais de ambas as obras se aproximam na sua essência. Experimentem! Vejam os filmes no mesmo dia se possivel. Vale a pena!

domingo, setembro 03, 2006

O AMARELO DA CARRIS


E no fim de semana, um programa diferente. Este monstro aproveitou o bom tempo, a brisa mais fresca e meteu chinelas a caminho. Armou-se em "Came on" e comprou um bilhete de eléctrico.
É verdade, finalmente, ao fim de 30 e tal anos a viver por Lisboa, fui fazer o percurso do conhecido eléctrico 28 (confesso que para mim foi mesmo a primeira vez a andar de eléctrico). Um percurso muito curioso que passa por alguns dos bairros antigos de Lisboa, Alfama, Bairro alto, Campo de Ourique, etc. Sobe colinas, proporciona lindas vistas sobre o rio, atravessa ruas estreitas onde só circula o dito electrico (praticamente entramos pela janela adentro de algumas residências), assusta os pombos preguiçosos nos passeios. Revê-se locais conhecidos mas doutra perspectiva (passa-se mesmo à porta do "incognito", local de prazeres músicais alternativos), pára-se um pouco numa explanada e regressa-se de novo ao 28. E a máquina até dá uma velocidade jeitosa, faz curvas radicais e travagens impetuosas. Este mosntro gostou da experiência e promete continuar a explorar o que Lisboa tem a oferecer. vruuuuuuuuuuum!