domingo, agosto 20, 2006

EL REI DOM CID

O que se passa? Que fenómeno é este? Será um avião? Um comboio? O super homem não é certamente! Por todo o lado se fala do renascido José Cid; entrevistas na rádio e televisão, artigos de destaque na Pública e na Blitz, cartazes por toda a Lisboa (as estações do metro são só dele), edição das melhores baladas, enfim, um não acabar de preciosidades. Será que ando a passar ao lado de um génio da música, só agora recuperado perante as massas? Não me parece. Ainda me lembro de alguns temas do senhor que passavam na velhinha onda média, como "a cabana junto à praia", "el rei dom Sebastião", "um grande, grande amor", ou "como o macaco gosta de banana". Ou aquele tema de misterioso sentido, de nome "A pouco a pouco (faz-me favas com chouriço)" vejam aqui o extraordinário video clip e oiçam a "maravilhosa prosa". Mas afinal porquê todo este Hype? A razão parece estar num album gravado pelo senhor nos idos anos 70, época aurea do rock progressivo. Gravado com o nome de "10.000 anos depois entre Vénus e Marte", um disco que na sua versão vinil, chegou a valer 4 mil Euros no Japão. A reedição em CD (número reduzido de unidades), conheçeu valores de compra mais baixos, proximos dos 235 euros. Os especialistas consideram este trabalho um dos melhores discos de rock progressivo de sempre. Fico com muita curiosidade. Alguém sabe por onde pára o monstro?

6 Comments:

Blogger passarola said...

Isto para não falar do fantástico quiz "Se fosse uma música do José Cid, qual seria?"(http://radiocomercial.clix.pt/destaques/quizz/jose_cid/index.asp)
a mim calhou-me a do macaco..ele há coisas...

2:28 da tarde  
Blogger betty coltrane said...

Not me... A mim calhou-me a cabana (blargh!!). Não consigo pensar em José Cid sem me lembrar daquela famigerada foto dele, nú, só com um disco de ouro a tapar o "dito cujo" -URGH!!!! Ahhhh, ARREPIOS!!!! Que nojo!

Por isso tamos mal. Se passarem por alguém na rua, com cara de quem está prestes a vomitar, há uma grande hipótese que seja eu...

10:26 da tarde  
Blogger curse of millhaven said...

tb já tinha ouvido a historia desse disco ser um dos melhores de sempre do rock progressivo. enfim, se eles o dizem...mas eu gostava de ouvir para crer. apesar de n gostar da musica deste senhor, cada entrevista que ele dá é um riso pegado. ele é melhor que o elton john, ele é a juventude adora-me e vêem em mim um herói, um sem número de pérolas. este hype só faz com que ele dê cada vez mais entrevistas e eu cá estarei para as ler e me deliciar com as saídas brilhantes desta personagem.

11:14 da manhã  
Blogger amazing said...

Lamento ser desmancha prazeres, mas espero que este "monstro" esteja bem longe.
Cada vez que me lembro daquela foto de sua excelência todo nú com um disco de ouro a tapar o dito, até me arrepio todo.
DELETE!

2:13 da tarde  
Blogger passarola said...

aaahhhh!!! a capacidade de nos fazer rir ou arrepiar é qualquer coisa de fantástico..e só por isso já merece o nosso reconhecimento.. A dita capa ficou na história e a ousadia, coragem e dose de loucura que é preciso para fazer uma dessas num país como o nosso..também vale a nossa admiração..ou não?

4:12 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Devem ser só bonzões e boazonas com corpos perfeitos aqui...LOL
O álbum por sinal é uma maravilha.É muito mas muito bom.quanto ao que ele fez depois, foi a merda que o povo queria.E que ainda hoje quer.

9:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home