terça-feira, junho 20, 2006

Liberté - Egalité - Fraternité... um teste para monstros idealistas

Amanhã o vosso carro pifou, foi à vida, não tem remédio. É preciso comprar um carro novo e vocês visitam dois stands. O primeiro é da Opel e todos os carros que lá estão foram montados numa fábrica sediada em Portugal, por trabalhadores portugueses, e todos conhecemos as suas qualidades e...defeitos. O segundo é um stand novo, chinês, que apresenta a sua novidade. Carros com um design interessante, uma boa variedade de escolha de cores a um preço... entre 30 a 50% mais baixo que o Opel primeiro visitado. Se comprarem o carro chinês... ainda conseguem comprar aquele plasma que andam a namorar há meses...
O que é que escolhem?

4 Comments:

Blogger olharapo said...

Para mim o idealismo não passa por um eventual boicote português a qualquer produtor que não cumpra normas sejam elas quais forem. O que é que representa o mercado português para um produtor de nível mundial? Zero virgula quê?
O idealismo está num espirito global de solidariedade, o que representa realmente uma utopia.


Ainda vou acabar a ler Karl Marx e Lenine, já que sobre a nova biografia de Mao, ainda hei-de fazer um Post.

11:24 da manhã  
Anonymous riquinho said...

o melhor é andar a pé, e fomentar a nossa industria de calçado. E já agora "cultivar" umas ovelhas e com a sua lã fazer peugas para o longo inverno ...do nosso descontentamento.

12:20 da tarde  
Anonymous sandokan said...

tai chi cow po toi min

8:58 da tarde  
Anonymous fosforinha said...

O idealismo pode não se construir a partir de um boicote... mas quando o boicote acontece com base num princípio de solidariedade...que mal faz???
Melhor talvez seja mesmo comprar um hibrido... sempre se poupa algo nos exauridos combustiveis fósseis do planeta.

6:26 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home