domingo, junho 25, 2006

DOCES PECADOS


Não me quero imiscuir no "monstruoso" trabalho de critica cinematográfica do olharapo kinder mecanique, mas não posso deixar de fazer referência a esta excelente obra cinematográfica que é "Hard candy" de David Slade. É possivel construir uma história emocionante só com dois personagens, em dois ou três sets e praticamente sem cenas de acção? e aguentar o espectador durante quase duas horas na sala de cinema sem que este se canse ou perca o interesse?
SIM. É possivel. E David Slade consegue-o com o seu trabalho "Hard candy".
A partir de um encontro marcado em sala de Chat na internet, um fotografo envolve-se com uma teenager ingénua. É a metáfora do lobo mau e do capuchinho vermelho. Praticamente só com texto e uma habil montagem, planos muito proximos e ambientes fechados, a história vai crescendo e surpreendendo a cada momento.
Após alguns trabalhos em video e uma primeira curta de ficção cientifica "Do Geese See God?", este filme é a estreia nas longas metragens deste realizador. E que estreia! Prémio melhor pelicula, melhor guião e prémio do público no grande festival de Sundance 2005. Com o soberbo trabalho de dois actores algo desconhecidos do grande público, Patrick Wilson e a excelente jovem Ellen Page (que vimos à pouco tempo no x-men 3) .
E eu que já desesperava por bom cinema, sustentado por um bom argumento. Afinal ele existe. E está aqui. A não perder. Mesmo!