segunda-feira, maio 08, 2006

Dias em que ela gostava de ter uma arma...


Toca o despertador, toma banho, lava o cabelo, veste roupa, arruma o quarto, toma o pequeno almoço, dá um jeito à casa, vai trabalhar, aproveita a hora de almoço e compra fruta e legumes na mercearia, engole o almoço, volta para o trabalho, trabalha, passa no talho, regressa a casa, tira a roupa do estendal, passa roupa a ferro, arruma roupa nos armários, faz sopa, faz jantar, vai à ginástica, regressa da ginástica, engole o jantar sozinha, vê TV , vai-se deitar, lê um bocado, ouve a chave, ouve a porta, ouve a voz alcoolizada do marido – FODA-SE!! NÃO ACREDITO QUE TE ESQUECESTE DE COMPRAR PÃO!!

3 Comments:

Anonymous john levis said...

life it´s hard an dthen you die

10:37 da manhã  
Blogger olharapo said...

A triste realidade da mulher subjugada ao viril amor masculino português. "Tenho lá em casa uma gaja porreira, mas que as que tenho por fora é que mostram que eu sou homem. Viva o ........(preencher com clube de futebol da vossa predilecção.)

4:55 da tarde  
Blogger passarola said...

quem é que disse que ele estava com outra? Sabes alguma coisa que ela não sabe? ;)

7:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home