quinta-feira, abril 13, 2006

O FANTASMINHA AMIGO

Alguns anos atrás tive o meu primeiro contacto com Ghost in the Shell, filme baseando na conhecida manga de Masamune Show, uma das obras primas do anime. Vi em VHS, no pequeno ecran da tv. A baixa qualidade do suporte e a pequenez do monitor deixaram-me a desejar que algures, alguém, o exibisse em grande ecran inserido num qualquer ciclo sobre anime, ficção cientifica, ou outro. Bastantes anos depois, surge a possivel, sequela, Ghost in the Shell2, innocence. Para minha grande alegria vejo que vai estreiar em sala, mas....somente
na cidade do Porto. Ainda equacionei a minha visita à cidade Invicta, mas graças ao grande Adamastor, a Medeia teve a feliz ideia de projectar o dito filme na sua sala da Alvaláxia. E que prazer meus senhores, que explendor, que satisfação ver este filme de animação em grande ecran. Uma perfeita junção entre animação tradicional e 3D. Uma vez mais uma história passada num mundo dominado pelos computadores e pela tecnologia cibernética. 2032 é a data em que se passa a história, com personagens misto homem/máquina . "Neste mundo, o que separa o homem da máquina é a presença do espírito ("ghost"), a verdadeira essência da alma humana. Mas o que é que acontece quando um computador consegue vencer essa separação e ganhar o seu próprio espírito?" As fantásticas cenas panorâmicas, conjugam o high tech com a tradição mais antiga do mundo oriental e são de facto um manjar para os olhos. Deliciem-se meus amigos!

3 Comments:

Blogger mandrulho said...

por acaso o ghost in the shell até passou no cinema, passou no cinestudio222, quando a zeroemcomportamento programava parte daquele espaço... bons tempos

2:19 da tarde  
Blogger passarola said...

é verdade, mandrulho...aí, estou contigo...eram bons ciclos, com uns petiscozitos indianos no final.. Yam!!

4:19 da tarde  
Anonymous riquinho said...

yeh

10:37 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home