quinta-feira, março 30, 2006

A Minha Vizinha - Parte I


Vi-a chegar. Pousou a mala, descalçou-se e abriu as janelas, deixando praticamente a casa toda à vista dos vizinhos. Eu moro mesmo em frente, à distância de uma travessa tão estreita que nem carros passam. Sentei-me perto da janela a roer uma maçã e fiquei a observá-la. Vi-a dirigir-se à aparelhagem e poucos segundos depois comecei a sentir a provocação de um saxofone a enrolar um piano. A campainha tocou e ela baixou um bocadinho o som para se dirigir à porta. Não consegui ver logo o que se passava mas acabei por reconhecer a figura do vizinho que mora por baixo dela. Trouxe-lhe uma garrafa de vinho aberta e duas taças. Ela acenou negativamente a cabeça, adivinhei que lhe dissesse que estava cansada ou algo assim, pelo que, com alguns movimentos de insistência para que ficasse com a garrafa, ele acabou por se despedir com um sorriso triste. Ela trouxe o vinho para dentro e, ainda não o tinha pousado quando a campainha tocou segunda vez. Agora era o vizinho de cima. Mais tímido, levou-lhe uma caixa de chocolates e nem esbracejou quando ela se despediu dele sem justificação. Novamente a campainha mas agora tocada de baixo, da porta do prédio. Ela abriu e ficou a aguardar o visitante....

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

era o Saraiva?

1:49 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home