domingo, março 19, 2006

GUERRA DOS MUNDOS (PARTE 2)

O cinema ou a tv são um dos tópicos de discussão favoritos aqui deste ninho de monstros. E com esta história de OPAs e EPÁs, e outras guerras seja a do Iraque ou a ascenção à presidencia da república Portuguesa, vou vos citar uma passagem de um livro de Jorge Molist.
"Os filmes e os programas de televisão são a segunda exportação, em valor monetário, dos Estados Unidos da América. Mas a sua importancia supera a económica; é uma arma muito efectiva. A venda do estilo de vida americano nos cinco continentes propiciou a queda da cortina de ferro, o derrube e a transformação dos sistemas comunistas. Os seus cidadãos, consumidores ávidos de imagens e entretenimento, foram persuadidos, apesar das máquinas locais de propaganda, de que o alto nível de vida americano era o objectivo das suas vidas e pressionaram as mudanças nos seus países, ajudados pela ineficácia daqueles sistemas que propunham filosofias de vida alternativas. E foi assim que os Estados Unidos da América ganharam a terceira guerra mundial. Sem ter de disparar um tiro."
Sobra talvez o mundo árabe, mais dificil de subverter, e aqui lá se tem de disparar uns canhõezitos. E isto digo eu!

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

a partir de agora não direi mais nada, calar-me-ei, ficarei mudo e não mais falarei... por deus, é verdade... emudeci, já nem consigo sequer pensar alto... será que vou rebentar de tanto me calar?

3:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home