segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Penas de um casamento

A primeira imagem que me vem à cabeça quando penso no meu casamento são os meus sogros com um brilho triste no olhar. Deviam estar a pensar o mesmo que um homem que empresta o mercedes topo de gama a um cego.

No início é só sorrisos e parabéns mas, passado uns tempos, começa a pressão alta dos familiares e amigos... e então? Já arranjaste herdeiro? Olha que já está na altura... Sim, já está na altura, mas para que é que eu quero uma coisa dessas em casa? Acham que a minha vida não é suficientemente complicada assim?

Primeiro vem a parte fácil, vá lá, agradável, mas depois nascem... Passamos os 2 primeiros anos a ensinar-lhes a andar e a falar... depois passamos os 4 anos seguintes a dizer-lhes para estarem quietos e calados.

Depois vão para a escola, as crianças são tão exigentes... já me estou a ver, sentado no sofá, a tentar acabar o expresso de há 2 semanas e lá vem o terrorista com uma lista de reinvindicações começada por "o último action man" (ou barbie, dependendo da religião do terrorista) e terminada por "e preciso de um dicionário para ir para a escola". Um dicionário?! Pra que é que queres isso? Vai para a escola a pé.

3 Comments:

Blogger olharapo said...

tá visto que foi um dificil fim de semana em familia...

3:19 da tarde  
Anonymous primo do adamastor said...

por essas e po outras é que eu não quero nem falar deste assunto.

3:55 da tarde  
Anonymous john levis said...

AGORA AS PENAS VÃO SER PROIBIDAS EM PORTUGAL. LÁ VAMOS DEIXARDE TER...PENAS

9:50 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home