sexta-feira, fevereiro 17, 2006

NESTAS NOVELAS


Eu sou um olharapo bastante optimista, ao contrário dos meus colegas monstrengos. Afinal sou descendente de um ilustre assombro lacustre, o famigerado Adamastor. Esse que também assinalou armas e barões mas que a história não o recordou como tal.
Existe sempre hipóteses de contornar a crise, mais não seja convertendo em acções este "fabuloso blog", ou concorrendo para presidente dos bombeiros e protecção civil, cargo que parece estar constantemente em aberto. Afinal esta vida é uma espécie de novela, que possivelmente até já passou na Tvi. Para quem ambiciona escrever novelas para televisão ou desenhar os respectivos storyboards, vejam como se pode apresentar de uma maneira original e cativante os dramas deste e doutros mundos (importante ligar o som)!

1 Comments:

Blogger mandrulho said...

as novelas são como o alzheimer... diminuem progressivamente as capacidades intelectuais

2:16 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home