terça-feira, fevereiro 28, 2006

NO TRILHO DOS DINOSSAUROS


Este pode ser um post polémico. Afinal o que aconteceu aos dinossauros? Os especialistas dizem que alguns se extinguiram, outros que evoluiram para o que hoje conhecemos como passarada. Passarada essa que agora anda engripada.
Segundo o meu tio Adamastor, os dinossauros como os Pink floyd e os Genesis, que se pensa estarem extintos, não o estão, tendo evoluido para uma sub-espécie que são as bandas de tributo aos parentes extintos. Os Off the wall reproduzem ao vivo temas dos Floyd e vão estar por cá dia 3 de Março no Pavilhão Atlântico. Os Canadianos The musical box reproduzem ao vivo, na integra e o mais fiel possivel ao original, o concerto dos Genesis da tornée do album "The lamb lies down on Broadway" e vão estar em Portugal dia 10 de Março na Aula Magna.
Diz a regra da evolução que as espécies só "evoluem" se for para melhor, ou seja, a natureza acaba por irradicar os individuos que vão estagnando no seu crescimento. Isso leva-nos a pensar o que poderá surgir a partir destes concertos que se pretendem ser uma cópia dos originais sem espaço para o improviso. Certamente em Portugal têm razão de ser, pois a cada Natal que passa, se edita uma nova colectânea de dinossauros como estes, que logo ascendem aos lugares de topo da tabela de vendas.
Fico baralhado.....e se um pombo com gripe me pousa na varanda, o que devo fazer?.......

domingo, fevereiro 26, 2006

PODCAST E MONSTROS


Por cá somos uns monstros muito sofisticados. Além de termos um blog, estamos também acima de qualquer suspeita no que diz respeito às novas tecnologias. Aos olharapos chegaram os tempos do I-pod. Mais concretamente ao mundo dos podcast. Não, ainda não disponibilizamos conteudos neste formato, mas já somos fieis consumidores (neste momento pensa o caro leitor que já chegamos tarde, mas não se esqueçam que somos monstros centenários, logo mais lennnnnntos). Isto a propósito de os podcast disponiveis no i-tunes, onde podemos encontrar a genial serie em "podvideo", "O horror inominável" de Pina e Filipe Homem Fonseca das Produções Fictícias (ilustres criadores de pérolas como o Inimigo público ou o Contra informação). Para descarregar basta ir à music store do I-tunes seleccionar podcast e descarregar os ditos videos. O descarregamento é gratuito e encontra-se no 3º lugar dos podcast mais vistos ou ouvidos. Depois é a delicia. A propósito Filipe Homem Fonseca estreou esta semana a sua primeira peça "Azul a cores", no teatro da Trindade. Vale bem a pena, diz-vos este monstro que já a viu. Apressem-se, pois está em cartaz só até 12 de Março.
ps: para quem ainda não usa o i-tunes, pode o descarregar gratuitamente a partir de http://www.apple.com/itunes/.

sexta-feira, fevereiro 24, 2006

TARDES NA AVENIDA


Boas noticias. Parece que finalmente nos conseguimos destacar em alguma coisa, neste grande Continente ao qual pertencemos. Já tinhamos o maior lago artificial da Europa, o famoso Alqueva, mas como aquilo nunca enche até à cota prevista, é como chegar à final do campeonato e perder por 5 a 1. Mas agora a nossa liderança é inquestionável. É um facto confirmado
que nós somos o número um, os primeiros, os possuidores da avenida com valores mais altos de poluição de toda a Europa. Em determinadas
horas do dia, o ar desta zona, devia ser engarrafada e exportado. A sua qualidade é reconhecida por todos. Nenhum outro sitio na Europa consegue atingir os niveis de má qualidade de ar que nós aqui possuimos. Senhor Sócrates, temos de vender o que temos de melhor,
começemos a exportar!

CARNAVAL

É nesta época que, muitas das vezes, as máscaras caem.

quinta-feira, fevereiro 23, 2006

SERÁ MOTIVO DE RECLAMAÇÃO...



... ou é apenas, uma forma subliminar de nos dizerem que não devemos tomar muito a sério esta medida legislativa?

Já agora, sabiam que para alguns serviços, ainda não existe entidade habilitada para apreciar as reclamações que quisermos fazer, ou seja, no campo deste cartaz onde se devia indicar - "Entidade Competente" - não se pode escrever nada, porque ........ não há nada para escrever.

Felicidade

Há dias ofereci um cão à minha mulher... mas bem vejo que não era um cão que ela queria... deve estar a ponderar se fica com o cão ou prefere antes ter um filho. Ou seja está a ponderar entre dar cabo da carpete nova da sala ou dar cabo da minha vida.

Imaginemos que eu era um idiota. Ou melhor... imaginemos que eu era o procurador da república, convidava-a para um jantar romântico, daqueles à antiga, depois levava-a para casa e... bem, não conto o resto por pudor que nunca se sabe quem anda a ler estes blogs.

E depois?

Depois ela ficava feliz, eu ficava feliz, os avós ficavam felizes, as amigas ficavam felizes, os amigos ficavam felizes, o ginecologista ficava feliz, a parteira ficava feliz, as enfermeiras ficavam felizes, os fabricantes de fraldas ficavam felizes, era um sem fim de felicidade...

O alzheimer é como a procuradoria geral da república... afecta progressivamente as capacidades intelectuais.

A DECADA DO MAU GOSTO?


Este fim de semana temos um evento comemorativo dos "gloriosos" anos 80. Época de excessos como as camisas de folhos ou os cabelos tipo "marretas". Esta foi também a época da abelha Maia, dos yo-yos, das galochas amarelas, dos kyspos, dos duran duran. A caixa económica operária, na rua da Voz do Operário, celebra no proximo sábado, entre as 22h e as 03h, a festa "retro e tal...80´s all over again". Muita música da época e projecção de um conjunto de curtas metragens.
Venham e tragam um amigo.A entrada até às 23h é livre. Após as 23h paga-se 3 euritos. Não deveria ser 3 escudos?

quarta-feira, fevereiro 22, 2006

Uma manhã como as outras

Algumas pessoas acordam de manhã, vêm as coisas como são e perguntam: porquê? Outras há que acordam de manhã, imaginam coisas que ainda não existem e perguntam: porque não?

Eu acordo de manhã... e tenho de ir trabalhar.

Pego no carro e meto-me na 2ª circular.... os condutores que andam mais devagar que nós são um perigo, os que andam mais depressa que nós são uma ameaça à segurança. É engraçado como a velocidade ideal para o trânsito fluir é sempre a velocidade a que nos deslocamos...

Um camião circula à minha frente, vai a 80 km/h... tem um guarda lamas de borracha onde está escrito: Good, Better, Broshius. E depois por baixo: Holland. huuuumm... agora percebo porque é que toda a gente que vai à Holanda vem de lá a dizer maravilhas daquilo.

Mas estou triste... este fim de semana tive que acabar com a minha namorada... Mantínhamos este relacionamento vai para dois anos mas não tive outra alternativa... ela queria casar e eu já sou casado.

É por essas e por outras que quando acordo de manhã pergunto: ainda falta muito para o fim de semana?

LONGE DE CASA


Da austrália chega-nos um filme inquietante. "Wolf Creek", inspirado em factos reais conta-nos a história de trés amigos.
Um rapaz australiano e duas amigas estrangeiras, que fazem férias na inóspita austrália. Depois de uns dias na praia decidem aventurar-se pelo interior em direcção ao Parque natural de Wolf Creek, onde se encontra uma das maiores crateras produzidas pela queda de um meteoro. Depois de lá chegar e visitar a cratera, regressam ao carro e ....este não pega. Neste momemto já passou metade do filme.
Atravês de diálogos fluidos e extremamente naturais, imagem suja (video??), uma montagem rápida e eficáz,
ficamos a conhecer muito bem estes personagens, os seus receios, os seus amores, o prazer de viajar com os amigos e conhecer novas paisagens. A partir daqui tudo se complica de uma maneira extremamente violenta. Será talvez dos filmes mais violentos dos últimos tempos. Não porque tenha a maior parafernália de instrumentos de tortura, como promete o filme produzido por Tarantino a estreiar brevemente "hostel", mas a meu ver porque nos tornamos "intimos" das personagens, de tal modo que sentimos em nós todos os horrores a eles infligidos. E que horrores! Muito bom para quem gosta de filmes violentos. Palavra de olharapo!

domingo, fevereiro 19, 2006

PÂNICO


Sessão de cinema numa sala Lusomundo. Antes de começar o filme, uma vez mais, passa aquele spot horroroso e amador, ameaçando o espectador maléfico. Você não roubaria um carro, uma mala, e por ai adiante até à menina a fazer download de filmes na net. De facto a indústria cinematográfica está em pânico. Assim como já aconteceu à sua prima indústria discográfica, receia que os seus lucros caíam para níveis irrisórios. Esquecem-se estas duas indústrias dos tempos do oportunismo, como aconteceu quando surgiu o suporte CD, em que as editoras encheram os bolsos à custa de fundos de catálogos e da integração de um novo suporte no mercado, vendendo a valores muito, mas muito acima dos custos de produção. Com o cinema aconteceu algo proximo, com regresso do público às salas nos anos 90, e os preços de bilheteira a subirem até níveis muito acima do salário médio que ganham os portugueses. Eles têm razão para estar em panico. A pirataria aumenta, a qualidade das reproduções ilegais também. Pessoalmente, numa opinião de monstro, acho bem feito. Quanto ao consumidor, penso que só tem a ganhar. Graças à crise no cinema, os grandes estúdios encostados à facilidade dos blockbusters e remakes estão desorientados. O cinema independente, com custos de produção inferiores e mais espaço de exibição ganham terreno. Na música, as grandes editoras despedem bandas, cortam nos orçamentos. O holocausto. Talvez não. Felizmente criam-se na net foruns e blogs como o MY SPACE, pessoas com ideias disponibilizam os seus trabalhos longe dos lobbies, na imprensa e rádio. Bandas como Arcade fire, Clap your hands say yeah ou Arctic monkeys começaram a ser conhecidas na net, em concertos e agora chegam ao grande público. É o ambiente ideal para desaparecerem os subprodutos criados pelas grandes editoras só para fazer dinheiro. Ficam assim os projectos válidos. Parece não haver razão para pânicos, pelo contrário caros monstros!

sexta-feira, fevereiro 17, 2006

NESTAS NOVELAS


Eu sou um olharapo bastante optimista, ao contrário dos meus colegas monstrengos. Afinal sou descendente de um ilustre assombro lacustre, o famigerado Adamastor. Esse que também assinalou armas e barões mas que a história não o recordou como tal.
Existe sempre hipóteses de contornar a crise, mais não seja convertendo em acções este "fabuloso blog", ou concorrendo para presidente dos bombeiros e protecção civil, cargo que parece estar constantemente em aberto. Afinal esta vida é uma espécie de novela, que possivelmente até já passou na Tvi. Para quem ambiciona escrever novelas para televisão ou desenhar os respectivos storyboards, vejam como se pode apresentar de uma maneira original e cativante os dramas deste e doutros mundos (importante ligar o som)!

Penas de um casamento II - a revolta

Já percebi que ter um filho é mau, mas e se forem vários? Nesse caso é preciso gerir os interesses de vários terroritas em simultâneo, é o mesmo que meter o Bin Laden, o Bush e o Napoleão dentro do mesmo armário.

Há dois tipos de irmãos: os inseparáveis, aqueles que fazem tudo juntos e são os melhores amigos do mundo, e depois há os outros: os que se pegam por tudo e por nada e depois vêm a chorar dizer que não são felizes, que a vida é um injustiça. Alguém tem que explicar aos putos que os pais não querem saber de justiça... estão preocupados com valores muito mais altos: a paz, o sossego... e saber quando é que volta a dar o anúncio da pluma.

No meu tempo, que éramos educados com o método do bico do sapato (muito eficaz, um dia explico) não havia este tipo de problemas, se um dos meus irmãos começava a chorar, o meu pai aparecia e levávamos todos com a mesma justiça...

Esta noite tive um sonho... sonhei que a minha mulher tinha tido um bébé... um lindo bébé com 10 dedos nas mãos e 10 dedos nos pés... só que o médico era estagiário, esqueceu-se de cortar o cordão umbilical e a minha mulher andava com o petiz na rua como se fosse um cão pela trela.

QUE PERSPECTIVAS?


Liga-se a TV - Ameaça nuclear Iraniana.

Liga-se o rádio - Ameça da Gripe das Aves.

Abrem-se os jornais - Terrorismo global e insegurança pública.

Fala-se com os amigos - Precaridade laboral e crise económica.

Existe alguém que possa dar uma perspectiva positiva para o futuro? Nem que seja num horizonte muito largo.

Agradecia.

quinta-feira, fevereiro 16, 2006

HOMENS VERSÁTEIS


Este pode ser o mês mais aluado do ano. Dois grandes homens deslumbrados com o cosmos nasceram em Fevereiro. Faz hoje 442 anos que nasceu Galileu Galilei, o famoso matemático e fisico italiano que adaptou o sistema de Copérnico, defendendo que o sol era o centro do Universo (teoria heliocêntrica) e não o Cavaco silva como alguns afirmavam. Claro que para escapar á fogueira lá teve que dar o dito por não dito. Resultado terá passado ao lado de uma promissora carreira politica.
No proximo domingo é o aniversário do nascimento do senhor Copérnico (19 de Fevereiro de 1473) responsável pela teoria que Galileu viria a defender. Deste não se conhece as ambições politicas nem opiniões sobre churrascos no pátio da igreija. Mas é sabido que foi cânone da Igreja, governador e administrador, jurista, astrólogo e médico e não descontou para a segurança social. Tão versátil como o senhor Humberto Gama (post de Sábado, Fevereiro 11).

O PROBLEMA DO DEGELO


Um estudo feito nas "americas" chegou a uma inesperada conclusão. Segundo esta investigação, o gelo servido em restaurantes de comida rápida contém mais bactérias do que a água da sanita dos mesmos locais. É boa noticia para a categoria dos pequenos monstros.
Sim, porque as bactérias no fundo são pequeninos olharapinhos como nós...
E a comida? Será uma cultura de bactérias?...eu sempre suspeitei daquelas coisas verdes dos hamburguers do Mcdonalds que querem passar por corgettes, pepinos, ou... serão bactérias gigantes ás rodelas?

quarta-feira, fevereiro 15, 2006

Circular à segunda

NOVELA DAS CARICATURAS PARTE DOIS



Continua a novela das caricaturas. Enquanto no Paquistão cancelam-se contratos de importação de medicamentos com a Dinamarca, e no Iemen prendem-se jornalistas e fecham-se jornais por terem ilustrado a crise das caricaturas com as ditas cujas, a novela continua!
Agora, integrado numa colecção de caricaturas sendo o tema o Mundial 2006 de futebol, editadas pelo jornal Alemão “Tagesspiegel”, o mundo muçulmano volta a se indignar. O desenho em questão é este, com a selecção Iraniana e o exército Alemão. O texto em alemão diz: “eis por que o Bundeswehr (exército alemão) tem o dever
de intervir no Campeonato do Mundo”. O autor dos desenhos revelou que devido à caricatura tem recebido “centenas de emails” com insultos e ameaças, três das quais de morte, e que temporariamente mudou de residência por medida de segurança. Caramba, nem já é preciso meter Maomé ao barulho que qualquer coisita serve de pretexto para provocar o dito "choque de civilizações". E nós que pensavamos que os monstros e olharapos eramos nós...
O problema será a falta de sentido de humor do mundo Arabe?

terça-feira, fevereiro 14, 2006

PARABÉNS MAQUINETA


Faz hoje 60 anos que foi criado o primeiro computador do mundo, ENIAC (electronic numerical integrator and computer). Ocupava uma área de 72 metros quadrados. Desenvolvido por John Mauchly e J. Presper Eckert, esteve ao serviço do exército americano durante 9 anos. As primeiras tarefas deste computador estavam bastante longe destas aventuras "blogestas".
Além da balística, fez-se cálculo metereológico, simulação atómica, estudos com raios cósmicos,ignição térmica,estudo de números aleatórios, design em túnel de vento, entre outras investigações cientificas. Fica aqui a nossa pequena homenagem. Esta sala imensa cheia de interruptores resulta muito bem vista num qualquer episódio da "twilight zone" dos anos que já lá vão.

segunda-feira, fevereiro 13, 2006

EXISTIR

Isto do casamento tem muito que se lhe diga! Com ou sem filhos. Este domingo celebrou-se mais uma ano sobre o divórcio entre a Barbie e o Ken. Sinal dos tempos. Provavelmente estamos todos a ficar loucos, senão expliquem-me lá isto. Porque é que em Portugal se "reinventam" leis que se sabe já terem resultado mal noutros paises? E porque é que quando o número de homens que fumam começa a reduzir o de mulheres que fumam começa a subir? E porque querem os homossexuais se casar quando os heterossexuais começam a não se casar mas simplesmente a se juntar? Por fim, viajando no metro dou por mim a tentar me sentar, tendo uma senhora arrogante e mal educada como obstáculo, rosna-me e faz má cara, mas lá me deixa passar. Esta senhora estava a ler um livro: "Educar crianças com problemas" era o titulo! UF!!!!!

Penas de um casamento

A primeira imagem que me vem à cabeça quando penso no meu casamento são os meus sogros com um brilho triste no olhar. Deviam estar a pensar o mesmo que um homem que empresta o mercedes topo de gama a um cego.

No início é só sorrisos e parabéns mas, passado uns tempos, começa a pressão alta dos familiares e amigos... e então? Já arranjaste herdeiro? Olha que já está na altura... Sim, já está na altura, mas para que é que eu quero uma coisa dessas em casa? Acham que a minha vida não é suficientemente complicada assim?

Primeiro vem a parte fácil, vá lá, agradável, mas depois nascem... Passamos os 2 primeiros anos a ensinar-lhes a andar e a falar... depois passamos os 4 anos seguintes a dizer-lhes para estarem quietos e calados.

Depois vão para a escola, as crianças são tão exigentes... já me estou a ver, sentado no sofá, a tentar acabar o expresso de há 2 semanas e lá vem o terrorista com uma lista de reinvindicações começada por "o último action man" (ou barbie, dependendo da religião do terrorista) e terminada por "e preciso de um dicionário para ir para a escola". Um dicionário?! Pra que é que queres isso? Vai para a escola a pé.

sábado, fevereiro 11, 2006

DESAMPARA-ME A LOJA BICHO MALVADO!


Por vezes, o ser humano encontra-se perdido no que diz respeito a escolher uma carreira profissional. Quero ser bombeiro, piloto de avião, ou policia. Depois acaba-se por ser caixa de super mercado, entregador de pizzas ou advogado.
Humberto Gama não se deixou assustar pela indecisão. Será talvez o português mais versátil. Inicialmente foi padre da Igreija Católica, sendo expulso alguns anos atrás. Depois de andar pelos States em "actividade de prospecção", regressou a Portugal e tentou ser presidente da Câmara de Murça(pelo CDS), isto depois de disputar a liderança da autarquia de Mirandela, aqui como candidato do PS. Agora é exorcista!!! Abriu um consultório em Murça.
"Recentemente foi apresentada uma queixa à PSP de Fátima, por uma familia. Motivo, o exorcista terá abusado sexualmente da mulher durante a terceira sessão destinada à libertação de espiritos malignos." Já anteriormente, no exercer desta actividade, foram apresentadas duas queixas, em tudo semelhantes. Depois de diagnosticar o problema , o exorcista culmina o tratamento com uma sucessão de "beijos na boca", "apalpões" nos seios, a introdução dos dedos na vagina e outros supostos avanços. Senhor muito dinâmico e versátil sem dúvida. Se todos nós portugueses fossemos tão..."desenrascados"este pais estava na dianteira da Europa, do Mundo, do Universo. Aleluia!!!

quinta-feira, fevereiro 09, 2006

DEPECHE MODE



Touring the angel, mister Feathers. Ontem à noite monstros foram aqueles que estiveram no Pavilhão Atlântico para ver o concerto dos Depeche mode. Monstruosamente excepcional, palavra de primo de Adamastor. Desde a excelente cenografia, muito negra, imaginada por Anton Corbijn, até ao património músical extenso dos senhores. Estão em grande forma, estes "dinossauros" da electrónica.
Os fans não sairam frustrados. Ouve para todos os gostos. Desde as melodias do inicio dos anos 80, ainda eu era um monstrinho de ninho, como "behind the whell" ou "i can´t care enouth", com teclados fora de prazo (elogio) ,saudosistas. Até a fase mais rock com "personal jesus" (excitante), "I feel you", ou "walking on my shoes" (excelente imagem). Sem esquecer alguns temas do novo "Playing the angel" do ano passado, que deu origem à tourneé. Dois encores, e muita gritaria a pedir por mais, duas horas e tal numa magna experiência sensorial. Como pedia uma monstrinha mesmo ao meu lado, mal se aguentando em pé (ou a bebida ou outras especiarias no sangue), MAIS, MAIS, QUERO MAIS...... No verão há mais, é não perder a oportunidade.
Vamos lá comprar bilhetes para o estádio....

quarta-feira, fevereiro 08, 2006

Nova testemunha identifica Carlos Cruz

Eis que surgem, no processo casa pia, importantes desenvolvimentos com o depoimento de uma nova testemunha.

Juiz: A testemunha pode entrar. Pode dizer ao tribunal o seu nome.
Testemunha: Bota Botilde.

J: Qual é a sua profissão?
T: Mascote de programa televisivo.

J: Reconhece algum dos arguidos?
T: Sim, aquele senhor ali de óculos.

J: Que fique em acta que a testemunha apontou para o Sr. Carlos Cruz. Qual era o grau de proximidade que mantinha com o arguido?
T: Fora do trabalho mal o conhecia, jantámos 1 ou 2 vezes juntos...

J: Alguma vez ele lhe fez avanços de caracter sexual?
T: Não. Quer dizer uma vez apertou-me o atacador, mas não posso dizer que não tenha gostado.

J: Mais nada?
T: Mais nada, eu bem o convidava mas ele estava sempre ocupado a viajar.

J: Alguma vez participou nessas viagens?
T: Sim, uma vez fomos ao Alentejo.

J: O que é que fizeram?
T: Andámos a cavalo, tomámos banho na piscina e depois houve um jantar.

J: Quem mais estava no jantar?
T: Estava lá o Zé-Sempre-em-Pé e a vaca Cornélia.

J: A vaca Cornélia?
T: Sim, a vaca Cornélia.

J: A mãe ou a filha?
T: A filha, a mãe já não alinhava nessas touradas.

J: E que é que aconteceu nesse jantar?
T: A vaca Cornélia comia dos dois lados do prato: era anfíbia.

J: E depois? O que é que aconteceu depois?
T: Depois, o Zé-Sempre-em-Pé e o Sr. Carlos Cruz estavam a atirar-se à Cornélia.

J: Quando diz que se estavam a atirar, quer dizer que faziam propostas de cariz sexual?
T: Não, não, atiravam-se mesmo contra ela.

J: E a dona Botilde?
T: Eu nada, fiquei a chuchar na sola. Fui-me embora, a última coisa que eu ouvi foi a Cornélia a dizer "calma, há lugar para os dois"... percebi logo que não valia a pena deixar a porta do quarto aberta.

J: Tem a certeza que não participou nos acontecimentos que se seguiram?
T: Sabe, metade das mentiras que dizem a meu respeito não são verdadeiras.

J: Qual era a sua relação com a dona Cornélia e o sr. Sempre-em-Pé?
T: Conhecia-os da televisão, mais nada.

J: E que é que aconteceu depois?
T: Depois não sei, eu estava a dormir... só soube uns meses depois...

J: Soube o quê?
T: Soube que o Zé-Sempre-em-Pé foi morar com o sr. Carlos Cruz. Fiquei destroçada.

O HOMEM DA CONSPIRAÇÃO


As teorias da conspiração são algo maravilhosas, como diria o homem da conspiração da Sic Radical. Desde pérolas como os famosos subterrâneos existentes por debaixo do Tibete criados e habitados por extraterrestres, até à OPA do Belmiro deAzevedo à PT. Ou teorias como aquela de que o senhor Sócrates "namorava" com o Diogo Infante e o cachorro "Tejo" é o pai da ninhada da "Nicha", a cadela da Sinha Jardim. Mas a conspiração que nos trás aqui é algo grave e "sério", algo que monstros como nós consideram do melhor. Tão boa como aquela história, de que os americanos nunca estiveram na lua em 1969.
Os olharapos têm o previlégio de apresentar provas que fundamentam a mais recente paranoia. Os extraterrestres é que destruiram as
twin towers, controlando as mentes dos pilotos dos aviões. É verdade, e aqui está um video gravado momentos antes do embate do primeiro avião! CLICAR NO 4º VIDEO

VERDE DE INVEJA


Afinal não basta ter sorte. Tem que se ser merecedor(a) dela.
Segundo uma teoria ouvida de passagem, os vencedores de jogos de sorte e azar tipo Euromilhões, quando o prémio é de um montante digno de capas de jornais e directos televisivos, devem ser submetidos a testes que desvendem da sua competência para merecerem o prémio que lhes foi atribuído, apenas de uma forma preliminar, através da lei das probabilidades.

De acordo com a referida teoria, proferida com a maior das convicções, os vencedores do último sorteio, a quem foram atribuídos prémios no montante de cerca de 10 milhões de Euros, deveriam ser submetidos a uma bateria de testes que verificassem se eles tinham consciência do que representa tal quantidade de dinheiro. Caso se verifique da sua incompetência para auferir de tal montante, o sorteio deve ser declarado nulo e o prémio passava ao concurso seguinte, assim sucessivamente até se encontrar um vencedor competente.

Desconfio que a presente teoria tenha por detrás, a secreta intenção do seu autor assim aumentar as possibilidades de ser contemplado na 1ª fase do concurso – acertar nos números que lhe permitissem ser submetido á bateria de testes de competência – pois ao mesmo tempo que expunha a sua ideia, ia perguntando aos seus interlocutores se eles tinham a noção do que eram 10 milhões de Euros, acrescentando de imediato: EU SEI !!!

terça-feira, fevereiro 07, 2006

ESTADO DE CHOQUE


O choque tecnológico chegou de facto à função pública. O problema pode estar no facto de os funcionários públicos entrarem em "estado de choque" quando em contacto com tecnologias mais recentes, como a máquina de escrever, a máquina calculadora ou , cruzes canhoto, o computador. Na minha ultima visita a uma repartição das finanças assisti a uma sessão de auto flagelação. Um grupo de funcionários tentava uma formação autodidacta perante umas pobres máquinas, pentium qualquer coisa. A foto indicia que um dos computadores poderá ter perdido a batalha. Os ditos funcionários voltaram á sua vidinha. Um deles continuou agarradisssimo ao único computador que sobreviveu à investida. Espreitei, e eis o que o senhor mais iluminado observava no seu monitor.....http://www.pawelwojcik.com/grandfathersgirls/ (levem o rato ao canto superior direito do livro)

Os desejos do faraó

A minha mulher anda com desejos, não sei o que se passa, anda com desejos. Há umas semanas atrás, veio com a ideia de querer experimentar fazer sexo louco no banco de trás do carro... mas comigo a conduzir. Não percebi, nem sei se devo ficar preocupado...

Na semana passada queria uma prenda, não fazia anos, não se comemorava nada de especial mas queria uma prenda. Eu perguntei-lhe o que queria que eu lhe oferecesse, respondeu-me "tanto faz". É daquelas situações onde um homem fica entalado, se oferece uma bujiganga sem importância é porque não valoriza a relação, se oferece uma coisa utilitária ainda é pior "para que é que eu quero uma torradeira? pensas que sou tua empregada?"... não querida, não é uma torradeira, é um brinquedo para tu usares na banheira.

Propus-lhe que escolhesse o que quisesse na loja que eu pagava. "Mas assim não é uma prenda tua", atacou ela, "tens que ser tu a escolher a prenda!"... pois, com esta é que eu fico bem arranjado. E depois lá vai dizendo que passou na loja tal e que gostou muito da écharpe que estava na montra. Queres ir a essa loja comprar a écharpe? "Não, pra que é que eu quero uma écharpe?"... Ainda estive tentado em comprar-lhe 3 metros de corda...

Acabei por lhe comprar um cão, um cocker spaniel lindo com pedigree e tudo... vamos baptizá-lo Faraó porque a primeira coisa que fez ao chegar a casa foi 3 pirâmides... e o Nilo... Só faltava aparecer a múmia. Tocou o telefone: era a minha sogra.

segunda-feira, fevereiro 06, 2006

O CHOQUE JÁ SE SENTE




Numa recente deslocação ao tenebroso mundo da função pública, verifiquei com os meus quatro olhos que o choque tecnológico já se faz sentir.

É uma realidade que a introdução das novas técnologias estam a revolucionar o funcionamento das nossas repartições públicas, libertando cada vez mais postos de trabalho e permitindo uma renovação das anteriores metodologias de ripanço (....???)

Agora, em vez de se deixar o casaco nas costas das cadeiras para se dar a ideia que se está, mas que por momentos nos tivemos que ausentar por breves momentos (entre 30 a 45 minutos), para tratar de qualquer assunto de suprema importância, agora basta deixar paralizado sobre o posto de trabalho o indicador de nº de senha de chamada, assim nos odendo ausentar sem perigo de apanhar um resfriado.

E que dizer da utilização dos computadores. Essa nova técnologia permite que três ou quatro funcionários se aglomerem num mesmo posto de trabalho, a pretexto de mutuo esclarecimento acerca do preenchimento on-line de um qualquer formulário, sem que tenham de passar a vergonha de alguém pensar que estam a discutir as últimas evoluções internacionais da crise atómica do Irão ou do escandalo dos cartoons do Profeta (Maomé, não estou a falar do outro grego de nome Socrates!) , isto porque considero calumia quando dizem que o funcionalismo público apenas fala de telenovelas e futebol, conforme o sexo.

Fiquei especialmente comovido com a referida solidariedade entre colegas, pois me confidenciaram que assim evitavam percas de tempo extra-laborais, em acções de formação promovidas pelo outro Profeta (agora é o de nome grego) e pelo benemérito universal Bill Gates, nem faziam perder tempo aos filhos conforme um me demonstrou com as imagens anteriores:

TIC TOC, TIC TOC!


O nosso blog de monstros pretende ser, para além de um espaço de opiniões monstruosas, algo útil ao blogonauta. Como tal aqui vai mais uma importante dica, especialmente para quem gosta de programar a sua vida ao mais infimo pormenor.
Fazia falta nestes tempos de palm tops e outros derivados dos velhinhos "filofaxes". É um simples relógio. Relógio que conta o tempo que falta para tu morreres. Visita http://www.deathclock.com/?source=FindaDeath&key=TopBanner.
Sim , de facto calha a todos. Dando alguns, poucos dados, sobre ti, ficas com a estimativa de quando poderá ser o teu óbito. Não vá alguém marcar uma festa ou viagem de férias numa data
em que hipotéticamente já não exista.
E digam lá que não somos uns monstrinhos utilitários. Muito a propósito
o DVD de "Eraserhead" de David Lynch, remisturado e com mais extras, incluindo um booklet de 20 páginas, já se encontra à venda no nosso mercado. Até à pouco tempo só disponivel atravês do site de Lynch. Uma boa maneira de ir passando o tempo até ao momento final, ah , ah, ah , ah.........

PERDIDOS OUTRA VEZ

Boas noticias. Hoje regressa á RTP a excelente serie "perdidos" (lost) que anda a acumular premios por todo o lado. Talvez desta vez a RTP trate como merece esta série que andou "perdida" nos fins de semana da estação. Para já a aparição é no canal 1, às 00:40, logo a seguir ao "prós e contras".

quinta-feira, fevereiro 02, 2006

NOS IDOS DE 1046


Depois do fim de semana de neve, em Lisboa e noutras zonas de invernias menos rigorosas, muito se têm falado sobre efeito estufa e de eras glaciares. Quando antes estes fenómenos sucediam qual seria o tópico de conversa nos dias seguintes?
Descobri durante uma amena cavaqueira (sim, agora estamos na era da cavaqueira) com o meu tio Adamastor, que em 1046 deu-se na europa, o que monges descreveram como "a pequena idade do gelo". Encontra-se descrito em crónicas anglo saxónicas da época, que o clima ficou subitamente gelado na Europa.
O que eles precisavam, nos idos 1046, era de uma hora de ponta, ou talvez, de uma 2º circular em volta de cada mosteiro, atulhada de trânsito após a hora da missa.
Talvez assim o clima não tivesse arrefecido tanto!

OH MY GOD (S)!!!


Para sequela do anterior post este parece-me bem!

A SEMANA DA INTOLERÂNCIA


Still crazy after all these years, dizia salvo erro Paul Simon à uns anitos atrás. Esta ideia mantêm-se perfeitamente actual. O mundo continua louco depois de todos estes anos.
Esta semana revela pormenores de uma absurda intolerância. Os nossos amigos muçulmanos andam agitadissimos por causa de uns inofencivos cartoons publicados na Dinamarca em Setembro, prometendo boicotes comerciais e ameaças terroristas. O que conseguiram até agora foi que mais jornais Europeus publicassem os mesmos cartoons. No outro lado do mundo, o tio Bush, esse grande monumento à ignorância, no discurso de ontem sobre o estado da nação afirmou autorizar um programa de vigilância "terrorista", que permite ao estado gravar chamadas telefónicas e ler correio mail de qualquer Americano sem autorização judicial."Home of the brave, land of the free"? É impressão minha ou tudo isto é um atentado à liberdade de expressão servindo-se constantemente do bode expiatório do terrorismo como desculpa?
Hoje mesmo estreia o novo filme de Spielberg, "Munique" sobre um outro atentado que decorreu nos jogos Olimpicos de Munique. Não vi ainda o filme, mas o pretexto parece-me bem. Os simpáticos Israelitas resolvem o problema do terrorismo com terrorismo. "Nós os bons" destruimos "os maus". Os palestinianos são terroristas os Israelitas justiceiros. Enfim.
Aqui nós que somos uns monstros, olharapos e outros horrores, ficamos-nos pela defesa dos pobres cartoons, e assim nos unimos aos nossos "colegas" jornais europeus. O famoso Maomé com a bomba na cabeça está também aqui presente. Maomé abençoe a liberdade de expressão.