quinta-feira, janeiro 12, 2006

O FIM DE UMA ERA (já era)


O fim do mundo está perto é certo! Mais um indicio nos surge, agora sobre a forma de portaria com a data de 11 de Janeiro.
A partir desta data passa a ser obrigatório o acondicionamento do azeite em embalagens munidas de um sistema de abertura que perca a integridade após a primeira utilização e que não sejam passíveis de reutilização. Ou seja, é o fim do velho "galheteiro".
Nunca mais iremos assistir a coisas como, conhecer o historial dos últimos 8 anos do restaurante atravês das dedadas no galheteiro, não mais assistiremos ao grito entusiasmado de um velho arqueólogo que descobre um galheteiro que foi usado por César Augustos numa tasca do Bairro Alto, e a companhia meus amigos....lá se vão aqueles almoços só entre nós e a multidão de bactérias que nos observam de dentro do galheteiro esfomeadas olhando ansiosas para o nosso prato....

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

ai isso é que não... vou já iniciar uma greve de fome... sem galheteiro, vai tudo pro... galheiro?

10:42 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

e os olhinhos? não tem olhinhos?

10:44 da manhã  
Anonymous p. said...

e o que é que é uma pequena multidão de bactérias a olhar para nós, comparada com os milhões de milhares de embalagens não biodegradáveis a servir de alimento ao planeta?... e quando se lembrarem que os pratos de comida também têm de vir em embalagens individuais porque nunca se pode garantir que o prato feito com amor e carinho na cozinha não contém ingredientes mais suspeitos? ou mesmo que o cozinheiro tem as mãos limpas?.. ficará tudo a saber a macdonalds com a emoção de uma refeição em pleno voo?

1:41 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home