sexta-feira, janeiro 06, 2006

Ir à volta

Devia estar distraído, mas felizmente já me chamaram à atenção, então não é que vai haver eleições presidenciais?

E é importante que Portugal tenha um presidente, quanto mais não seja para fazer inveja aos espanhóis, que esses não têm categoria para ter um presidente, mesmo tendo eles o salário mínimo maior que o nosso quase 150€, mesmo estando muito mais desenvolvidos tanto economicamente como culturalmente.

Por falar nisso, hoje como estou virado para os números, convido o blogonauta a fazer umas contas comigo.

Os espanhóis produziram, em 2004, 133 longas metragens. Os portugueses produziram, no mesmo ano, 7. Ora a Espanha tem 40 milhões de habitantes, a dividir por 133 dá 1 filme para cada 300 mil habitantes, contas por alto. Portugal tem 10 milhões: dá 1 filme para cada 1 milhão e 400 mil habitantes... contas por alto.

Para quem não teve paciência para acompanhar o raciocínio: se quiséssemos ter o mesmo nível de produção dos espanhóis precisaríamos de produzir 33 filmes por ano... produzimos 7.

E andam as televisões a discutir se o Cavaco vai ganhar à primeira ou à segunda volta? Eu por mim ele até podia ganhar a volta à portugal em bicicleta.