terça-feira, janeiro 31, 2006

As coisas que eu me digo

Li no outro dia que portugal tem o pior nível de poluição atmosférica da União Europeia. O problema é tão grave que, se não fossem os nossos pulmões, já nem havia espaço para armazenar tanto ar poluído.

Confesso que por vezes dou comigo a falar sozinho e a pensar que a poluição não é assim tão má quanto isso... veja-se o caso de Trás-os-Montes: é um oásis sem poluição... mas ninguém quer lá ficar.

Falar sozinho é um hobby que cultivo desde pequenino mas acho que os meus vizinhos não encaram isto como sendo natural. Alguns até me apontam na rua dando pequenas cotoveladas na vizinha e dizendo baixinho: "Lá vai aquele maluco. No outro dia vi-o na rua a andar e a falar sozinho". Posto desta maneira, até parece uma actividade anormal mas, na verdade, eu não encaro isto como "falar sozinho"... prefiro antes pensar que falo comigo, sempre é mais simpático.

Por isso eu vou aqui assumir publicamente: EU FALO COMIGO. A principal vantagem é que assim tenho a certeza que alguém me está a ouvir... e que valoriza as minhas opiniões.

É como aqueles tipos que escrevem a sua autobiografia... esse género literário tão especial... não sei se o blogonauta já reparou que nas autobiografias só aparecem coisas boas, o biografado nunca roubou, nunca meteu uma cunha, nunca aceitou um subornozito, nunca violou um rapazinho de 11 anos... nada! Nunca aparece nada de mau nas autobiografias... a única coisa má nas autobiografias é talvez a memória do autor.

E agora tenho de correr que já estou atrasado. O que me vale é que os Portugueses chegam sempre atrasados, já ninguém dá conta... de qualquer forma para que é que serve chegar a horas se não está lá ninguém para ver?

Os Portugueses chegam atrasados porque trabalham! Porque estão 24 horas por dia a produzir! Ali a dar no duro, nas fábricas, a produzir riqueza... como se pode verificar pelos índices de poluição atmosférica.

3 Comments:

Anonymous riquinho said...

é verdade , só quem não produz é que é que não polui. Isto é uma grande cabala dos paises ricos (com menor indice de poluição) que produzem menos e acusam os outros, os mais pobres (com maior indice de poluição) de menos produzir.

12:24 da tarde  
Anonymous Rodolfo Noites said...

por falar em autobiografias... já alguém leu a do Cavaco?

1:08 da tarde  
Blogger olharapo said...

mas falar com eles próprios não é o que os nossos prezados politicos andam a fazer desde sempre? Comigo é que não é.

9:46 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home