sexta-feira, dezembro 30, 2005

Um verdadeiro "crowd pleaser"


Estamos a falar do "my date with drew" um filme que, confesso, se não me tivessem oferecido os bilhetes não teria a mínima curiosidade em ir ver. Fui portanto sem expectativas nenhumas e fiquei surpreendido.

Mas comecemos pelo princípio. O filme fica a meio caminho entre a comédia romântica e o documentário. Em vez do tradicional boymeetsgirl temos o boyknowsgirlbutheistooshytoaskhertodatehim isto com uma dificuldade acrescida: ela é Drew Barrymore e ele, bem ele (romeiro, romeiro) não é ninguém.

A premissa do filme é precisamente arranjar forma de conseguir falar com a Drew e convidá-la para um encontro sem que seja considerado stalking por parte da entourage. Isto em 30 dias, com uma camara emprestada e 1100 dólares ganhos num concurso televisivo. Simultaneamente, é um exercício desconstruído sobre como fazer um filme quando não se tem dinheiro nem acesso às festas da elite de hollywood.

O anfitrião é bom comunicador, consegue arrastar o espectador para a sua causa e os 90 minutos passam sem um único bocejo, com muitos sorrisos e algumas gargalhadas.

Vá lá, é também um bocadito corny (nas bordas) e a linguagem é mais televisiva do que propriamente cinematográfica mas o mundo não é perfeito e com a quantidade de lixo que nos vendem como arte...